Buscar
  • sermidiacomunicacao

Por que ter um arquiteto no acompanhamento de obra?


O acompanhamento de obra realizado por um profissional de arquitetura faz toda a diferença para o andamento do projeto. Não ter um arquiteto na supervisão pode trazer prejuízos, como gastos desnecessários e atrasos na obra.


Como funciona o acompanhamento de obra


Após a entrega do projeto executivo e orçamentos aprovados, a obra inicia. Nesse cronograma, define-se a ordem e prazos de cada serviço. Entre as diversas funções de um arquiteto, o acompanhamento da obra é o momento em que, além da visita frequente à construção ou reforma, o profissional tem o compromisso em esclarecer dúvidas dos clientes e fornecedores e solucionar problemas técnicos.


Se o arquiteto estiver consciente de todo o andamento, ele saberá quais providências tomar caso hajam imprevistos, como problemas de encanamento, elétrica, atraso de entrega de materiais, questões com fornecedores, etc.


“São muitos os fornecedores e prestadores de serviços que estarão envolvidos no processo da obra. O papel do arquiteto é gerenciar todas as informações e serviços para isso deve ser feito primeiramente um cronograma de obra com os prazos estipulados com os fornecedores”, comenta a arquiteta Renata Pisani.


Checagem de processos


Além disso, o arquiteto garante que a obra esteja em dia com relações legais, como licença de bombeiros e alvará, por exemplo. Outro acompanhamento importante é a checagem da parte estrutural, como elétrica, hidráulica, gás e esgoto, entre outros.


Por isso, contar com a ajuda especializada de um arquiteto pode tornar a realização do seu sonho ainda mais gratificante e tranquilo!

48 visualizações