Buscar
  • sermidiacomunicacao

Aumenta a procura por construções de casas de luxo e de alto padrão no mercado imobiliário

Arquiteta e especialista em projetos arquitetônicos comenta sobre as características deste cenário e dos imóveis.

A necessidade de mais espaço e conforto, os juros baixos e a alta do dólar provocaram, na metade do ano passado, um forte aquecimento nos investimentos em imóveis de luxo e de alto padrão.


A arquiteta Renata Pisani diz que o mercado imobiliário tem tido grande movimento como um todo, mas que é perceptível o crescimento da migração de apartamentos para a construção de casas em grandes terrenos, compra e reforma de imóveis prontos e que esse cenário tende a permanecer por mais tempo.


A busca por residências com mais espaço, mais privacidade, maior contato com a natureza e que atenda as necessidades do cotidiano, tem levado famílias e investidores imobiliários a apostarem na construção de casas personalizadas, como afirma a arquiteta Renata Pisani:


"Temos diferentes perfis neste cenário. Desde pessoas de meia idade, pais com filhos pequenos e aqueles que enxergam como um investimento para o futuro quando, talvez, a casa se torne muito grande e exista o desejo de vendê-la”.


Com vasta experiência na criação de projetos arquitetônicos para casas de luxo e de alto padrão, Renata Pisani se mantém constantemente atualizada sobre as tendências deste nicho do setor imobiliário.


“A grande tendência para quem quer construir é a possibilidade de personalizar o projeto, mesmo sendo um processo demorado e com algumas burocracias”, afirma a arquiteta.


Projeto Arquitetônico


Não é novidade que na hora de construir é preciso ter um profissional de arquitetura responsável pelo projeto arquitetônico que trará uma série de estudos e desenhos técnicos sobre a casa com o objetivo de guiar a construção.


“Na minha opinião, a característica mais importante de um projeto arquitetônico é como o sol se comporta naquela região e como vão ser trabalhados os cômodos da casa para criar um ambiente acolhedor”, comenta Renata Pisani.


É também no projeto arquitetônico que se define a divisão dos cômodos e como será dado funcionalidade e qualidade de vida aos moradores. Renata Pisani explica que o comportamento e o cotidiano das famílias mudaram, trazendo outros formatos de ambientes: “antigamente, as construções dividiam-se em sala de jantar, estar, cozinha, e hoje a tendência é ter espaços grandes e integrados. A área de lazer da casa se tornou um lugar para toda família, uma grande área de convívio”.


Projeto Arquitetônico e Interiores - Casa em Curitiba

O desejo de aproximação com a natureza, muito em voga entre quem deseja construir, é um aspecto apontado pela arquiteta como um dos fatores relevantes na criação do projeto. Para solucionar esse anseio, Renata Pisani defende e acredita no uso da arquitetura biofílica que contempla o paisagismo, a utilização de materiais naturais e faz com que a residência se torne parte do cenário de maneira natural.


Tendo as fachadas como a primeira visão que se tem de uma residência, a arquiteta cita o estilo contemporâneo, sem telhados e com jogo de volumes como os mais solicitados por quem está construindo. “Trabalhamos com muito carinho a fachada, pois é a primeira parte da casa que o cliente vê. Por isso, utilizamos materiais que valorizem a aparência como os brises de madeira, o mármore, além de uma boa iluminação e um belo paisagismo para completar”, explica a especialista.


Projeto Arquitetônico - Casa em Campinas AlphaVille

Renata Pisani finaliza afirmando que nas conversas com seus clientes, quando ainda está na fase de briefing do projeto arquitetônico, nota uma compreensão de que o mais importante é ter um lar, morar em um ambiente com bem-estar e mais próximo da família.


220 visualizações0 comentário